* Preços válidos somente p/ compras pelo Site, Loja Física consulte (51) 9 9400-3819 comercial/whatsapp

Coq - 10 coenzima q10 de 100mg

R$72,81

  • Marca: PERFORMANCE
  • Modelo: Coq - 10 coenzima q10 de 100mg
  • Disponibilidade: Em estoque

COQ-10





CoQ-10  contém 100mg de coenzima Q10 por tablete.


O frasco de cor âmbar e a tampa impermeável é proteção adicional contra os efeitos prejudiciais da luz e do oxigênio

A coenzima Q10 está envolvida em diversos processos metabólicos, essencial para a saúde e bem estar, contribuindo para a qualidade de vida.

Coenzima Q10 (CoQ10) é um composto encontrado naturalmente em praticamente todas as células do corpo humano. Devido a sua presença ubíqua na natureza e sua estrutura quinona (semelhante à da vitamina K), CoQ10 é também conhecido como a ubiquinona. CoQ10 é uma substância solúvel em gordura, cuja função principal é como um intermediário fundamental do sistema de transporte de eletrons na mitocôndria. As quantidades adequadas de CoQ10 são necessárias para a respiração celular e a produção de ATP. CoQ10 também funciona como um antioxidante intercelular. Estados de deficiência verdadeiros são raros, mas muitas vezes presente com consequências graves na saúde. Inúmeros processos patológicos, ligada a baixos níveis de CoQ10, podem se beneficiar com uma dieta suplementada de CoQ10 .


Revisão bibliográfica

Abadi et al, 2013 avaliou o uso de suplementos antioxidantes e seus efeitos sobre o desempenho do exercício. O objetivo deste estudo foi examinar os efeitos de um coquetel de antioxidantes (ácido a-lipóico, vitamina E e coenzima Q10) sobre o desempenho de exercício, função muscular e adaptações ao treinamento em camundongos. Os resultados indicam que este suplemento antioxidante exerce efeitos específicos, aumentando o desempenho e aumentando função mitocondrial em fêmeas de camundongos.


De acordo com Crane, 2001, a coenzima Q10 está bem definida como um componente crucial do processo de fosforilação oxidativa em mitocôndrias. Converte a energia de carboidratos e ácidos graxos em ATP para as funções celulares e síntese. Novas funções para a coenzima Q10 estão se tornando reconhecidas. Há evidências da atividade antioxidante, da sinalização celular e expressão genica e acoplamento energético (energia para a acélula e músculo). O ponto importante a considerar é que a coenzima Q10 não é apenas um agente de transdução de energia na mitocôndria. É elemento funcional em todas as membranas celulares. Parte desta ampla função baseia-se na sua ação antioxidante com capacidade única para a regeneração da capacidade redox (reações de oxiredução) e uma localização única no fundo a estrutura da membrana. Além disso, há evidências crescentes de um papel no controle de funções celulares e crescimento. A ativação do gene ou supressão pode ser baseada na produção ou no controlo de peróxido do estado redox tiol. Outras funções podem envolver o controle de sinais de canais de membrana, estrutura e estabilidade de lípidos.

Conforme Terada, et al, a Coenzima Q10 (CoQ10) desempenha um papel importante como um antioxidante e na produção de energia química na mitocôndria de cada célula humana. Nos últimos anos, tem sido utilizado em alimentos e cosméticos. 

A suplementação oral de CoQ10 tem sido considerada uma maneira eficaz de manter um nível de antioxidante eficaz, no ambiente intravital. A suplementação oral diária de 60 mg de CoQ10, por três meses reduziu a taxa e o volume de rugas. As alterações morfológicas da pele com a idade são causada tanto por fatores internos e externos. Entre os fatores externos, a irradiação ultravioleta (UV), promove alterações estruturais na pele e é um dos mais poderosos indutores de espécies reativas de oxigênio. Neste estudo, CoQ10 mostrou atividade antioxidante direta sobre queratinócitos humanos em cultura. Além disso, foi descoberto que a CoQ10 aumenta a produção de laminina 5 em queratinócitos humanos e a produção de colágeno do tipo IV e tipo VII, em fibroblastos humanos, todos componentes da membrana basal. A CoQ10 estimulou a proliferação de fibroblastos humanos in vitro. Em conclusão, os resultados sugerem que a CoQ10 pode inibir o envelhecimento da pele, causada por fatores internos e externos, tais como a radiação UV, o estresse oxidativo e alterações funcionais no envelhecimento cronológico.

Marinari, et al, 2013, em estudo piloto, duplocego, placebo-controlado e conduzido em pacientes com insuficiência respiratória crônica e oxigenoterapia a longo prazo, verificou a eficácia da suplementação de creatina e Coenzima Q10 na redução da dispnéia, melhora da tolerância do exercício e da qualidade de vida. Os resultados mostram que tal suplementação, segura e bem tolerada, aumenta o nível de massa magra e capacidade de exercício desses pacientes, reduzindo a dispnéia. Estes efeitos, suscetíveis a disponibilidade de elementos, fundamentais para a produção de energia muscular, permite que os pacientes melhorem a independência funcional, com mais oportunidades para realizar atividades da vida diária e para alcançar uma melhor qualidade de vida. Suplementos nutracêuticos atuam na síntese de proteínas e eficiência muscular, podem influenciar significativamente nas conseqüências sistêmicas da doença.


ÖZDOĞAN, et al, 2012 avaliou o efeito da Coenzima Q10 e do ácido alfa lipóico sobre os níveis plasmáticos de lipídeos, dimetilarginina assimétrica, estresse oxidativo em ratos alimentados com frutose e com modelo de dieta induzindo resistência à insulina, para avaliar histologicamente as alterações vasculares no desenvolvimento destes ratos. A dieta de alto teor de frutose foi significativamente associada com um aumento nos níveis de plasma de LDL,

VLDL e colesterol total e decréscimo do nível de colesterol HDL. Estes efeitos positivos são atribuídos à atividade antioxidante desses compostos.

Potgieter, et al, 2013 traz uma visão geral sobre os benefícios da suplementação com Coenzima Q10. O esgotamento de CoQ10 endógenos podem ser restaurados com suplementação exógena a fim de apoiar as demandas fisiológicas e manter a bioenergética do tecido. Devido ao histórico de segurança notável, CoQ10 deve ter a devida consideração como agente profilático para pacientes recebendo estatinas para o tratamento da hipercolesterolemia. CoQ10 tem um perfil de segurança que mostra uma baixa taxa de eventos adversos.


• Informações importantes sobre a Coenzima Q10:

• Composto natural e similar às vitaminas encontrado em todas as células;

• Potente antioxidante intracelular e sequestrante de radicais livres;

• Estabiliza as membranas das células;

• Melhora o gasto energético e resistência ao exercício, reduzindo o stress oxidativo;

• 95% da energia do corpo é ativada pela CoQ10;

• Saúde e beleza da pele.

• Impacto das estatinas (drogas para redução do colesterol): reduz os níveis de CoQ10 no corpo ; 

• Saúde cardiovascular;



CoQ-10 é um suplemento alimentar em tablete à base de coenzima Q10, também conhecida como vitamina Q10 ou ubiquinona. A CoQ-10 possui 100mg de CoQ-10 por cápsula.


BENEFÍCIOS

• Informações importantes sobre a Coenzima Q10:

• Composto natural e similar às vitaminas encontrado em todas as células;

• Potente antioxidante intracelular e sequestrante de radicais livres;

• Estabiliza as membranas das células;

• Melhora o gasto energético e resistência ao exercício, reduzindo o stress oxidativo;

• 95% da energia do corpo é ativada pela CoQ10;

• Saúde e beleza da pele.

• Impacto das estatinas (drogas para redução do colesterol): reduz os níveis de CoQ10 no

corpo ; 

• Saúde cardiovascular;

• 100mg de Coq10 por cápsula.



PARA QUE SERVE A COENZIMA Q10?

A Coenzima q10 não só ajuda a emagrecer, de certo modo, como ainda traz diversos benefícios para o organismo.

Um deles é atuar como um excelente antioxidante. Com o passar do tempo, o corpo passa a liberar uma quantidade maior de radicais livres, que são moléculas reativas que podem causar sérias doenças.

Além disso, essas moléculas são responsáveis por envelhecer as células precocemente. Uma das tarefas da Coenzima q10 é destruir os radicais livres e prevenir o envelhecimento precoce.


Além disso, esse nutriente ainda é capaz de regular a sístole a diástole do coração (os movimentos de contração e relaxamento do coração).

O nutriente também é utilizado na fabricação de alguns cremes de beleza, já que hidrata e purifica a pele, tonificando e dando mais brilho, maciez e firmeza.

A coenzima não atua somente na camada mais superficial da pele. Seus efeitos também são notáveis em regiões mais profundas, principalmente onde há maior concentração de colágeno.

A propósito, a coenzima também dá mais elasticidade para a pele, já que pode “substituir” os efeitos do colágeno quando ele está em falta no organismo (a coenzima funciona melhor do que o colágeno em cápsulas).


Batimentos cardíacos

Os movimentos de sístole e diástole permanecem constantes (considerando uma pessoa saudável) até certa idade.

Depois disso, mesmo que o corpo produza a Coenzima q10, as quantidades são baixas para fazer a manutenção de qualquer problema que possa se desenvolver no coração com a idade.

Uma das funções desse nutriente é regular os batimentos. Seu uso constante pode melhorar o quadro de batimentos cardíacos, sendo necessário o uso de suplementos.


A Coenzima q10 emagrece

A Coenzima q10 também ajuda no processo de emagrecimento, já que ela é responsável por etapas no metabolismo que fazem a gordura ser queimada.


Fertilidade

Quanto mais avançada a idade de uma mulher, mais difícil fica para ela poder engravidar.

Isso acontece porque os óvulos dependem de uma grande quantidade de energia para iniciar o processo de fecundação, uma vez que o espermatozoide libera seu conteúdo dentro do óvulo.

Essa energia é produzida principalmente pelas mitocôndrias, mas a partir de determinada idade, elas já não produzem energia suficiente para isso.

Cientistas acreditam que o consumo do nutriente poderia regular essas organelas e prover as células de mais energia.

Assim, os estudos atuais estão mostrando que se as células tivessem mais energia, poderiam produzir óvulos com menos chance de desenvolver qualquer tipo de anomalia de natureza genética.


Diminuição de colesterol

Nós temos dois tipos de colesterol, o bom e o ruim. O bom também é conhecido como HDL, e pode ser encontrado em alimentos como azeite, ovo, amêndoas, amendoim, sardinha, castanha e outras oleaginosas.

Já o LDL é encontrado em todos os alimentos que fazem mal à saúde. O LDL é ruim para o organismo porque possui baixa densidade. Isso faz com que ele entupa as artérias do corpo.

A Coenzima q10 diminui as quantidades de LDL.


Fornecimento de energia

Além da produção de ATP, a Coenzima q10 é responsável pela dilatação dos vasos sanguíneos.

Isso faz com que o sangue flua melhor, e dessa maneira irrigue mais músculos com nutrientes e oxigênios.

E, claro, levando mais moléculas de energia para mais músculos. Como a coenzima também produz ATP, o rendimento durante a prática de um exercício físico é muito maior.

Não só o rendimento é melhorado pela maior produção de moléculas de energia, como o corpo passa a queimar mais calorias de maneira mais eficiente, ajudando (e muito) no processo de emagrecimento.


DOSE RECOMENDADA

As doses de Coenzima q10 podem variar de pessoa para pessoa, de acordo com a necessidade fisiológica ou da gravidade de alguma doença.

A dose usual do nutriente pode variar de 10mg a 200mg por dia, dependendo da necessidade.

O recomendado é que pacientes com algum dos problemas abaixo tomem doses maiores do suplemento.

·         Problemas cardíacos;

·         Fadiga muscular constante;

·         Baixa imunidade;

·         Portadores de câncer (principalmente o câncer de mama);

·         Homens inférteis;

·         Portadores de Diabetes (embora os benefícios da Coenzima q10 ainda não sejam um consenso);

·         Dores no peito constantes;



A coenzima Q10 está envolvida em diversos processos metabólicos, essencial para a saúde e

bem estar, contribuindo para a qualidade de vida.

Coenzima Q10 (CoQ10) é um composto encontrado naturalmente em praticamente

todas as células do corpo humano. Devido a sua presença ubíqua na natureza e sua estrutura

quinona (semelhante à da vitamina K), CoQ10 é também conhecido como a ubiquinona. CoQ10 é uma substância solúvel em gordura, cuja função principal é como um intermediário fundamental do sistema de transporte de eletrons na mitocôndria. As quantidades adequadas de CoQ10 são necessárias para a respiração celular e a produção de ATP. CoQ10 também funciona como um antioxidante intercelular. Estados de deficiência verdadeiros são raros, mas muitas vezes presente com consequências graves na saúde. Inúmeros processos patológicos, ligada a baixos níveis de CoQ10, podem se beneficiar com uma dieta suplementada de CoQ10 .


Revisão bibliográfica

Abadi et al, 2013 avaliou o uso de suplementos antioxidantes e seus efeitos sobre o desempenho do exercício. O objetivo deste estudo foi examinar os efeitos de um coquetel de antioxidantes (ácido a-lipóico, vitamina E e coenzima Q10) sobre o desempenho de

exercício, função muscular e adaptações ao treinamento em camundongos. Os resultados indicam que este suplemento antioxidante exerce efeitos específicos, aumentando o desempenho e aumentando função mitocondrial em fêmeas de camundongos.

De acordo com Crane, 2001, a coenzima Q10 está bem definida como um componente crucial do processo de fosforilação oxidativa em mitocôndrias. Converte a energia de carboidratos e ácidos graxos em ATP para as funções celulares e síntese. Novas funções para a

coenzima Q10 estão se tornando reconhecidas. Há evidências da atividade antioxidante, da sinalização celular e expressão genica e acoplamento energético (energia para a célula e músculo). O ponto importante a considerar é que a coenzima Q10 não é apenas um agente de transdução de energia na mitocôndria. É elemento funcional em todas as membranas celulares. Parte desta ampla função baseia-se na sua ação antioxidante com capacidade única para a regeneração da capacidade redox (reações de oxiredução) e uma localização única no fundo a estrutura da membrana. Além disso, há evidências crescentes de um papel no controle de funções celulares e crescimento. A ativação do gene ou supressão pode ser baseada na produção ou no controlo de peróxido do estado redox tiol. Outras funções podem envolver o controle de sinais de canais de membrana, estrutura e estabilidade de lípidos.

Conforme Terada, et al, a Coenzima Q10 (CoQ10) desempenha um papel importante como um antioxidante e na produção de energia química na mitocôndria de cada célula humana. Nos últimos anos, tem sido utilizado em alimentos e cosméticos. 

A suplementação oral de CoQ10 tem sido considerada uma maneira eficaz de manter um nível de antioxidante eficaz, no ambiente intravital. A suplementação oral diária de 60 mg de CoQ10, por três meses reduziu a taxa e o volume de rugas. As alterações morfológicas da pele com a idade são causada tanto por fatores internos e externos. Entre os fatores externos, a irradiação ultravioleta (UV), promove alterações estruturais na pele e é um dos mais poderosos indutores de espécies reativas de oxigênio. Neste estudo, CoQ10 mostrou atividade antioxidante direta sobre queratinócitos humanos em cultura. Além disso, foi descoberto que a CoQ10 aumenta a produção de laminina 5 em queratinócitos humanos e a produção de colágeno do tipo IV e tipo VII, em fibroblastos humanos, todos componentes da membrana basal. A CoQ10 estimulou a proliferação de fibroblastos humanos in vitro. Em conclusão, os resultados sugerem que a CoQ10 pode inibir o envelhecimento da pele, causada por fatores internos e externos, tais como a radiação UV, o estresse oxidativo e alterações funcionais no envelhecimento cronológico.

Marinari, et al, 2013, em estudo piloto, duplocego, placebo-controlado e conduzido em pacientes com insuficiência respiratória crônica e oxigenoterapia a longo prazo, verificou a eficácia da suplementação de creatina e Coenzima Q10 na redução da dispnéia, melhora da tolerância do exercício e da qualidade de vida. Os resultados mostram que tal suplementação, segura e bem tolerada, aumenta o nível de massa magra e capacidade de exercício desses pacientes, reduzindo a dispnéia. Estes efeitos, suscetíveis a disponibilidade de elementos, fundamentais para a produção de energia muscular, permite que os pacientes melhorem a independência funcional, com mais oportunidades para realizar atividades da vida diária e para alcançar uma melhor qualidade de vida. Suplementos nutracêuticos atuam na síntese de proteínas e eficiência muscular, podem influenciar significativamente nas conseqüências sistêmicas da doença.


ÖZDOĞAN, et al, 2012 avaliou o efeito da Coenzima Q10 e do ácido alfa lipóico sobre os níveis plasmáticos de lipídeos, dimetilarginina assimétrica, estresse oxidativo em ratos alimentados com frutose e com modelo de dieta induzindo resistência à insulina, para avaliar

histologicamente as alterações vasculares no desenvolvimento destes ratos. A dieta de alto teor de frutose foi significativamente associada com um aumento nos níveis de plasma de LDL, VLDL e colesterol total e decréscimo do nível de colesterol HDL. Estes efeitos positivos são atribuídos à atividade antioxidante desses compostos.

Potgieter, et al, 2013 traz uma visão geral sobre os benefícios da suplementação com Coenzima Q10. O esgotamento de CoQ10 endógenos podem ser restaurados com suplementação exógena a fim de apoiar as demandas fisiológicas e manter a bioenergética do tecido. Devido ao histórico de segurança notável, CoQ10 deve ter a devida consideração como agente profilático para pacientes recebendo estatinas para o tratamento da hipercolesterolemia. CoQ10 tem um perfil de segurança que mostra uma baixa taxa de eventos adversos.


Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom
Imagem antispam