* Preços válidos somente p/ compras pelo Site, Loja Física consulte (51) 9 9400-3819 comercial/whatsapp
Eiii Psiu: Temos opção de entrega por Motoboy ou Retirar na loja para clientes do Rio Grande Do Sul, escolha a opção desejada ao finalizar o pedido!
Pague sua compra com Boleto, Cartão de Crédito, Cartão de Debito ou Transferência Online!

Vitamina D 100 cápsulas

  • Marca: PERFORMANCE
  • Modelo: Vitamina D 100 cápsulas
  • Disponibilidade: Em estoque

R$38,36


o que a deficiência pode causar?


* fraqueza muscular


* baixa imunidade 


* aumento de ocorrência de infecções 



A Vitamina D é um pró-hormônio produzido pelo organismo após exposição ao sol, a partir da ação do raio ultravioleta B na pele. Erroneamente chamado de vitamina, o hormônio apresentou em recentes estudos a capacidade de auxiliar a síntese muscular e a recuperação após o exercício físico.

“Vários estudos demonstraram que o uso da vitamina D está relacionado ao aumento da capacidade aeróbica, pois influencia indiretamente o VO2 máximo, que é o aumento máximo de oxigênio que o corpo consegue retirar do ar que está dentro dos pulmões, levando até os tecidos para a produção de energia”, revela.


Além disso, recentemente, várias revisões e meta-análises demonstraram que existe uma associação positiva entre a concentração sérica da forma ativa de vitamina D e o aumento da massa muscular após um programa de exercícios. A vitamina D3 ou calcitriol também foi relacionada com o aumento da força e potência muscular.


Outro novo estudo apresentado demonstrou, em 2299 idosos, que os níveis de vitamina D se correlacionam com os níveis de testosterona nos homens. “Os indivíduos com níveis mais baixos de vitamina D apresentavam também níveis baixos de testosterona, um hormônio importante nas adaptações musculares ao exercício físico”, diz Ferraz.


A Vitamina D, por meio de suas ações nointestino, rim, osso e glândulas paratireoides, é

um hormônio fundamental para a homeostase do cálcio e o desenvolvimento de um esqueleto saudável.

A vitamina D é muito importante para a absorção do cálcio, mantendo os ossos saudáveis. É

importante a exposição ao sol para que ela seja sintetizada dentro do organismo. Além disso,

alguns alimentossão fontes desta vitamina.

A vitamina D, embora disponha de uma via endógena de formação (pele),tem em seu aporte

exógeno um importante fator para a manutenção de níveis ideais às necessidades

orgânicas. As doses diárias recomendadas são difíceis de serem obtidas na alimentação normal, pela pequena quantidade contida nos alimentos, a não ser naqueles enriquecidos com esta vitamina.

A vitamina D favorece a absorção intestinal do fósforo e do cálcio presente na dieta. O cálcio é um mineral essencial para a formação e manutenção de ossos e dentes. A vitamina D

assegura o funcionamento correto dos músculos, nervos, coagulação do sangue, crescimento

celular, utilização de energia e imunidade.

Referências bibliográficas:

• PETERS, B. S. E.; MARTINI, L. A. Funções Plenamente Reconhecidas de NutrientesVitamina D. Brasil: International Life Sciences Institute Brasil (ILSI), 2014.

Ingredientes: veículo óleo de girassol, colecalciferol (vitamina D3), gelificante gelatina,

umectante glicerina, veículo água purificada e antioxidante DL-alfa-tocoferol.

NÃO CONTÉM GLÚTEN.

Recomendação de uso: adultos a partir de 19 anos, ingerir 1 (uma) cápsula ao dia, juntamente

com 200 mL (1 copo) de água.

Conservação do produto: conservar o produto em temperatura ambiente (15 – 30°C), protegido da luz e umidade. Após aberto, mantenha o produto em sua embalagem original e

firmemente fechado.

Informaçõesimportantes:

• A vitamina D auxilia na formação de ossos e dentes, na absorção de cálcio e fósforo, no

funcionamento do sistema imune e no funcionamento muscular.”

• “Este produto não é um medicamento”

• “Não exceder a recomendação diária de consumo indicada na embalagem”

• “Mantenha fora do alcance de crianças”



Vitamina D mastigável, sabor Framboesa.


Infelizmente no mundo contemporâneo, estamos vivendo um epidemia de uma series de problemas que afetam diretamente nossa saúde. E uma delas é a ausência de vitamina D.




Primeiro você precisa saber, que existe vitamina D2 e D3. E especificamente você necessita da vitamina D3. Na maior parte dos alimentos vegetais encontramos a vitamina D2, a vitamina D3 encontramos nos alimentos, como: Salmão, Queijo, Ovos e etc. Porém, somente através de alimentos você raramente vai atingir a quantidade necessária de vitamina D3, para ser mais exato, você vai atingir na faixa de 10% da sua necessidade diária.




Existe duas formas de você adquirir a vitamina D3, uma delas é a forma mais natural, através da exposição solar, porém tem um erro que muitos comentem, você não PODE utilizar protetor solar durante esse tempo em que vai se expor ao sol e também existe um horário especifico para que esta exposição ocorra (uma base é entre 11:00 e 13:00), o tempo será de acordo com seu tipo de pele, mais na média em geral, uma base seria de 15 a 20min. O problema de você adquirir a vitamina D3 através da exposição solar, é que quando você pega sol a vitamina D3 fica na superfície da pele, penetra e é absorvida, no entanto, leva um certo tempo para que esse processo ocorra, segundo algumas especulações esse tempo pode chegar em até 48h. Ou seja, leva até 2 dias para a maior parte da vitamina D disponibilizada pela ação do sol ser absorvida e o maior problema nisso tudo é que se você tomar banho com sabonete (sabão) após a exposição solar, você estará eliminando a vitamina D e consequentemente os benefícios da mesma.




A outra forma de adquirir a vitamina D3 é suplementando, é importante ingerir a suplementação junto com alguma fonte de lipídeos (gordura), pois a mesma é lipossolúvel. E aqui vou explicar por que a vitamina D3 deveria ser chamada de hormônio. Quando você ingere a vitamina D3 SubLingual, podemos dizer que ela e um pré hormônio em seguida ela passa pelo fígado e vira 25(OH)D depois passa pelos rins e finalmente vira 1,25(OH)2D3 e esta pronta para ser utilizada. E 1,25(OH)2D3 é um hormônio. A dosagem de D3 para quem não se expõem ao sol é na média de 8.000UI a 10.000UI diários. O excesso de vitamina D3 também pode ser prejudicial, tudo em excesso faz mal. Com essa dosagem você não terá riscos de intoxicação e outra, essa informação de intoxicação com vitamina D3 é um tanto precipitada, não vou entrar em detalhes, mas vou deixar um exemplo, foi feito um estudo durante 1 ano com pessoas utilizando 30.000UI de vitamina D3 e não houve intoxicação de nenhum individuo durante esse tempo.




Benefícios da vitamina D.


*Previne várias doenças cardiovasculares.


*Previne alguns tipos de câncer.


*Influência indireta na liberação de testosterona.


*Influência no sistema imunológico.


E outros inúmeros benefícios.




Através da vitamina D o organismo é capaz de sintetizar uma proteína chamada fator inibidor de renina, essa proteína é indispensável para manutenção da pressão nas artérias, ou seja, existem inúmeros pessoas com problemas de P.A sistêmica que estão recorrendo a medicamentos, sendo que a vitamina D podia atenuar e/ou eliminar esse problema.


Existe um tratamento de esclerose múltipla através da vitamina D, sendo que não haverá efeitos colaterais e um custo relativamente muito mais barato comparado com medicamentos.




E porque isso não é mostrado na mídia?


Se você for esperto já entendeu, mais vou explicar bem rápido e simples, medicamentos para algumas doenças são extremamente caros. Não preciso mais falar nada.



A vitamina D (calciferol), também considerada um pró-hormônio, é sintetizada na pele por via não enzimática, por ação dos raios ultra-violeta-radiação B (UV-B) e tem como suas principais fontes alimentares os óleos de fígado de peixes, alimentos derivados do leite, como manteiga e queijos gordurosos, ovos e margarinas enriquecidos1. Se a exposição ao sol do indivíduo não for adequada, é essencial que a vitamina seja fornecida por fontes alimentares. A vitamina D, para desempenhar sua função, precisa ser transformada em seu metabólito ativo1,25 di-idroxicolecalciferol, também conhecido como calcitriol2.




A principal função biológica da vitamina D em humanos é a manutenção das concentrações de cálcio (Ca) e fósforo (P) no soro em uma variação normal. Essa regulação se dá pela maior eficiência de absorção desses minerais no intestino delgado e pela regulação da atividade osteoblástica e osteoclástica dos ossos. Portanto, o calcitriol age aumentando a absorção intestinal e reduzindo a excreção de Ca pelo aumento da reabsorção nos túbulos distais dos rins e pela mobilização dos minerais dos ossos3. O calcitriol também pode agir em outros locais do organismo, como cérebro, coração, pâncreas, células mononucleares, linfócitos ativados e pele, ou seja, onde for necessário um fator de regulação. 




A deficiência grave de vitamina D, em adultos promove osteomalácia, resultando em ossos fracos e sensíveis à pressão, fraqueza nos músculos proximais e frequência aumentada de fraturas. Em idosos, o baixo estado nutricional em relação à vitamina D pode ser responsável pela menor absorção de Ca e, portanto, tem efeitos importantes do desenvolvimento da osteoporose na pós-menopausa4. Um indivíduo de 70 anos, por exemplo, tem sua capacidade de síntese de vitamina D3 na pele reduzida em 75%.




Diversos estudos fornecem evidências substanciais dos efeitos protetores que essa vitamina poderia exercer contra as transformações celulares que levam ao câncer. A explicação para esta relação fundamenta-se no fato de que o calcitriol exerce papel regulatório sobre genes que são envolvidos na transformação de células normais em cancerígenas, agindo no controle do ciclo celular, na apoptose, na adesão celular e na diferenciação e proliferação celular.




Outros trabalhos sugerem a hipótese de que a deficiência em vitamina D também é fator de risco para a incidência e prevalência de diabetes mellitus tipos 1 e 2. Existem algumas suposições que podem contribuir para elucidar a relação entre a vitamina D e a função das células ?-pancreáticas. Um efeito direto estaria relacionado à ligação de sua forma circulante ativa a receptores nas células ?. Outra possível relação entre a vitamina D e o diabetes mellitus baseia-se no fato de que essa doença é associada à inflamação sistêmica. Nesse caso, a vitamina pode melhorar a sensibilidade à insulina e promover a sobrevivência das células5.



Em crianças, a deficiência de vitamina D pode resultar no raquitismo, com anormalidades ósseas. A obesidade também parece estar associada a níveis de vitamina D e acredita-se que esta ocorra em razão do sequestro da vitamina pelos adipócitos6.







Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom
Imagem antispam